Gilberto Vieira de Sousa

.
.

Normalmente é um dos itens dos carros que o motorista só troca por indicação do mecânico, dificilmente alguém verifica o estado da correia do motor, até porque a maioria está coberta  por uma capa  protetora, dificultando sua visualização.

Todo carro tem em seu manual a quilometragem correta  para verificação e substituição da correia do motor, mas na falta de manual, o ideal seria esta verificação  aos 30 mil km de uso e dependendo do estado, a troca imediata ou aguardar mais 10 mil km, isto evitaria uma possível quebra da correia  e um belo estrago no motor.

Na troca, evite comprar correias paralelas, pois o custo de uma boa correia não é caro e com certeza o desembolso em caso de quebra do seu motor será muito maior. No meu caso, sempre utilizei as correias GATES que sempre atenderam bem e nunca me deixaram na mão. Na hora da compra, exija uma correia original que você não terá dores de cabeça posteriormente.

E para os donos de carros 16, 20 e 24 válvulas ,principalmente da Fiat, atenção em dobro, porque só quem teve uma correia quebrada  em um motor Fiat, sabe o prejuízo que “ ganha”.

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.