Apple, a Marca do Diabo

Giba

Necessariamente não preciso me posicionar contra ou a favor desta ou daquela doutrina religiosa, mas sempre peço que se tenha bom senso.

Algumas pessoas devem acreditar ser impossível seguir o bom senso e atentar para o que acontece a sua volta, por mais ridículo que seja.

Para ilustrar uma destas passagens ridículas e sem nenhum senso de realidade, reproduzo trecho de um texto cujo link do site está disponível logo abaixo.

Antes de ler o texto a seguir, quero lembra-lo que os nomes dos aparelhos produzidos pela empresa Apple são em inglês  onde inferno é hell, ou seja, se a letra inicial fosse representar inferno ela teria que ser H e nunca I como afirma o ilustre pastor.

Eu particularmente acredito que, se este tal de Lucas ganha um bom salário em seu emprego e não consegue administra-lo direito e mesmo assim não consegue ficar sem trocar seus aparelhos eletrônicos e sem andar de maneira a ostentar o que não pode manter; podemos chamar este problema de qualquer outra coisa, menos possessão.

Mas se alguém por via das dúvidas quiser mesmo se desfazer de seus aparelhos Apple, me avise que indicarei a melhor maneira de se fazer isso.

Vamos ao texto:

 “Fui procurado dias desses por D.ª Conceição, assídua fiel dos cultos de domingo e mãe de três filhos, o mais velho dos quais já não via há algum tempo. Procurava-me justamente por conta desse. Segundo ela, o Lucas (o filho mais velho) estava indo por um mau caminho, e já não sabendo o que fazer procurou a minha pessoa em busca de orientação.

Ocorre que o Lucas, já em seus vinte e poucos anos, não mais queria saber da mãe ou da família. Havia arranjado um bom emprego em uma empresa local, se mudado para uma casa em uma região boa da cidade e aparentava estar vivendo bem. Porém, por trás do aparente sucesso, D.ª Conceição disse que Lucas colecionava dívidas e mais dívidas, sendo necessário ajudá-lo financeiramente todos os meses, algo que se tornava cada vez mais difícil tendo em vista que também era necessário cuidar dos dois outros filhos.

Apesar das dívidas, Lucas sempre andava bem vestido e com todos os aparelhos eletrônicos da moda. Qual era então a explicação para tamanho infortúnio? Perguntei então, qual era a última vez que havia falado com Lucas. Ela disse que havia sido na última sexta-feira, e que o mesmo havia lhe pedido dinheiro para comprar um celular novo. Ela respondeu que ele havia acabado de comprar um celular novo há coisa de dois, três meses, e que não havia motivo para ele trocar de celular novamente. Irritado, Lucas então desligou o telefone. Indaguei então sobre a marca do aparelho. Do limitado conhecimento de D.ª Conceição, que o descreveu como um aparelho “inglês ou francês”, constatei que era da marca “Apple”, após ela descrever o logotipo, que era de uma maçã faltando um pedaço.Foi aí, então, que tudo começou a ficar mais claro para nós. A maçã, como bem sabem, foi o fruto do pecado original. Assim diz Gênesis 3:3: “Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.”. Comendo então do fruto proibido, instigados pela serpente, Adão e Eva foram expulsos do Paraíso. Certamente o leitor reconhecerá a referência no logotipo do celular em questão, que reproduzo abaixo:

O fato de um pedaço estar faltando é evidência irrefutável que trata-se de uma referência ao pecado original. O que muita gente infelizmente não sabe, seja por ignorância, ou seja por obra do Satanás, é que a empresa em questão foi fundada às escondidas em 1945 por uma seita satânica nos Estados Unidos, mas apenas em 1976 se tornou pública, sendo assumida por Steve Jobs (Esteves Trabalho) .

Para conseguir poder econômico, lançam produtos eletrônicos consagrados ao Satanás com a referência à maçã do pecado. Assim, ao comprar um produto dessa empresa, é como se o comprador estivesse cometendo o mesmo pecado de Adão e Eva, ofendendo o Senhor Jesus Cristo, distanciando-se do paraíso e resignando-se a uma vida de eterno sofrimento.

“E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.” (Gênesis 3:17).

Mais preocupante de tudo é o mal é tão suplantado que a pessoa se vicia nos produtos da tal forma a ponto de nunca estar satisfeita com o que tem e sempre precisar comprar os últimos lançamentos (que não são nada baratos, por sinal), chegando até mesmo a se endividar para sustentar o vício, como de fato foi o caso com Lucas. iPods, iPhones, iMacs, iXboxs. A letra ‘i’, abreviatura de Inferno.

“Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei.” (Hebreus 13:5) Sendo assim, aconselhei D.ª Conceição a se livrar de todos os produtos da marca possuídos por Lucas, além de não fornecer mais dinheiro algum para compra dos mesmos. Ofereci-me para tratar dos aparelhos pessoalmente, visto que ela não conhecia ninguém para fazer o trabalho e que trata-se de artefatos perigosos. Também recomendei trazer o Lucas urgentemente para que possamos proceder com o descarrego.

Que o exemplo sirva de alerta aos caros leitores do blog. Caso possuam aparelhos da tal marca, ou conheçam algum parente ou amigo que os tenham, livrem-se deles imediatamente e os informem sobre a natureza deles e dessa empresa demoníaca. “Sabei que o SENHOR é Deus; foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos; somos povo seu e ovelhas do seu pasto.” (Salmos 100:3)”

Link para o artigo original: www.igrejainternacional.com/artigos/a-maca/

Gilberto Vieira de Sousa

Gilberto Vieira de Sousa é Jornalista (MTB 0079103/SP), técnico em Sistemas de TV Digital, Fotografo Amador, Radioamador, idealizador e administrador do site GibaNet.com

31 resposta para "Apple, a Marca do Diabo"

  1. Rafael   17/08/2009 em 08:49

    Dois pontos interessantes:

    Nos textos bíblicos apresentados pelo autor, em nenhum momento está escrito que a maçã é o "fruto proibido". Pelo que me consta, podia ser uma banana e ninguém ia saber.

    Outro detalhe interessante é que o mesmo autor, de forma muito inocente, se "ofereceu para tratar dos objetos perigosos". Quanto altruísmo! Até eu quero tratar de objetos tão perigosos.

    Sem dúvida o pastor, além de ver uma boa oportunidade de descolar uns gadgets de ponta, percebeu que se o fiel gasta o dinheiro com eletrônicos, não dá esse dinheiro pra igueja. Ele ainda não acabou de pagar aquela última reforma de casa. O preço do mármore italiano está os olhos da cara do fiel.

    PS: Se algum dia meus pais dessem meu iPhone pro pastor, aí sim ia ocorrer uma possessão.

    PS2: Quando vai sair o iXbox? Quero comprar um!

    Responder
  2. cleber   17/08/2009 em 10:22

    Vou enviar esse texto pra alguns amigos, quem sabe eles acreditam e eu turbino mais meu computador com oque eles forem jogar fora rrssss

    Responder
  3. André B. Godoi   19/08/2009 em 01:31

    Correspondente internacional hahahahahaha… que exagero.
    É aquela história, cada um vê o que quer. Tem gente que vê coisas no M do McDonald’s também. Acho que é muita droga na cabeça. Como a gente conversou aquele dia, as poucas pessoas que se livraram do vício de LSD afirmam com toda certeza que viram gnomos, conversaram com eles e ficaram doidão juntos.

    Responder
  4. Gerson Bastos   19/08/2009 em 11:58

    Ai…ai…cada uma.
    Tem uma história parecida da coca-cola que contra a luz se torna olá diabos(plastico da embalagem). Quem acredita muito acaba vendo o que quer. Cada um…cada um.

    Abraços

    Responder
  5. gibanet   19/08/2009 em 13:53

    Rafael, eu vou sugerir aos seus pais que enviem seu iPhone para o pastor, só para presenciar a possessão…
    Gostei de seu comentário, muito lúcido.
    Um grande abraço
    Giba

    Responder
  6. gibanet   19/08/2009 em 13:54

    Cleber,
    Se sobrar algumas peças repetidas, pode mandar pra cá que eu me livro delas para você…

    Responder
  7. gibanet   19/08/2009 em 13:56

    André,
    Correspondente internacional sim, por que não, afinal de contas, você sabe tudo sobre todas as coisas…

    Responder
  8. gibanet   19/08/2009 em 13:58

    Gerson, o que mata é a falta de bom senso para avaliar o que se vê, o que se ouve e o que se diz.

    Responder
  9. edimar   20/08/2009 em 11:14

    Vou procurar estudar mais sobre a historia da apple….vai saber né?só um detalhe Inferno em ingles se diz "Hell", portanto nao começa com a letra "I" de Iphone, Ipod, etc…

    Responder
  10. gibanet   20/08/2009 em 18:36

    Edimar, a história da Apple é a mesma de muitas empresas de sucesso, o fundador teve uma idéia revolucionária e trabalhou muito para que ela chegasse ao sucesso.
    Como a maioria destes fieis, além de não prestar atenção nos detalhes porque o pastor sempre tem rasão, também não sabem inglês, aliás, muitos nem sabe que a Apple não é brasileira, são em sua maioria cegos.
    Um grande abraço
    Giba

    Responder
  11. crazyseawolf   21/08/2009 em 22:30

    A maioria das grandes marcas tem em seu logo ou nome referência ao demônio, segundo alguns. E eu acho isso engraçado. Me divirto muito. Por outro lado, é triste observar a ignorãncia das pessoas.

    Responder
  12. gibanet   22/08/2009 em 01:38

    Cidão, acredito que a ignorância humana é infinita e inabalável.
    Tem pessoas que preferem viver nela do que ter o trabalho de usarem o raciocício.
    Eu comparo a bíblia a um livro de mitologia.
    Um grande abraço
    Giba

    Responder
  13. Hugo Meira   27/08/2009 em 23:22

    Acho que o fruto proibido poderia ser a bananan memso huaiehouiehoiuehoiu

    Responder
  14. Johnny   29/08/2009 em 17:47

    Avisem que inferno em inglês é Hell. E o nome dos produtos não começam com H…
    H-Phone, H-Pod…
    Muito bom. Gostei de ler. Vou recomendar aos meus amigos.

    Responder
  15. Marcos Rocha   29/08/2009 em 18:16

    Cara tem uns caras que viajam e abusam da inocencia dos mais humildes ( e as vezes dos nao tão humildes) O mundo ta cheio de gente assim e essas igrejas universais, internacionais e etc etc são o palco mais que perfeito para estas encenações.

    Responder
  16. Anonymous   30/08/2009 em 10:54

    Acho isso um absurdo. O pastores usam até marca para falar coisas do mau. Acredito que a tecnologia seja muito útil. Não só tem essa marca que fabrica isso.

    Responder
  17. Anonymous   30/08/2009 em 13:18

    Gostaria que alguém me dissesse em qual capítulo e versículo cita que o fruto proibido seja uma maçã. Paralelamente, estou disposto a receber os equipamentos Apple que serão descartados…

    Responder
  18. Mikasmi   30/08/2009 em 17:55

    Sou uma pecadora, tenho alguns equipamentos da Apple e estou muito feliz com eles. Não tenho o iphone com pena minha.

    Não sei se servem da inocência ou se é mesmo estupidez aguda.

    abraços

    Responder
  19. Garotas Verdes   16/09/2009 em 10:08

    Nossa tem cada pessoa sem noção por ai!

    Responder
  20. Garotas Verdes   16/09/2009 em 10:10

    Povo sem noção =p

    Responder
  21. Vinicius França   07/05/2010 em 10:11

    Entendendo a "ignorancia" do Pastor (na qual ele nao sabe e/ou ocultou o conhecimento de que a palavra inferno é HELL em inglês) podemos seguir a lógica e entao dizer que a HP é do Capeta!!!! (HP= Hell Preferences)ou (HP=Hell Please) ou qualquer outra coisa que venha a cabeça!

    Ridiculo! nao se pode condenar uma marca como do capeta pelo vicio de consumo de certas pessoas!

    Meus sinceros pesames a este ignorante pastor!

    Responder
  22. Lino Tavares
    Lino Tavares   18/08/2011 em 16:22

    No dia em que os governos criarem vergonha na cara, deixarem de usar essas picaretangens religiosas como curral eleitoral e estabelecer regras para o funcionamento de igrejas, com taxação de tributos, como outra empresa qualquer, o número delas irá diminuir drasticamente e haverá menos pessoas ludibriadas em nome da fé. Mas, no Brasil, isso é muito difícil de acontecer, porque somos o país da informalidade, onde faturar sem pagar imposto é o caminho mais fácil para acumular riquezas.

    Responder
  23. James   09/11/2011 em 18:23

    “…Ofereci-me para tratar dos aparelhos pessoalmente, visto que ela não conhecia ninguém para fazer o trabalho e que trata-se de artefatos perigosos.”
    Que vagabundo esse pastor pilantra! queria é ter um iPhone ou iPad! dá um pra ele ver se ele joga fora safado!

    Responder
  24. Ohnitle   20/12/2011 em 14:51

    Não podemos comer maça… Muito menos dar apenas um mordida nela.
    kkkkkkkkk ^^

    Responder
  25. Marcus   06/08/2012 em 02:33

    Olha cara na biblia n fala o nome do fruto, como todos nos sabemos. Mas semprem se referem com uma maca “desculpa teclado desconfigurado”. Mas vos digo que realmente e estranho, cade o outro pedaco da maca? Uma marca que obteve sucesso muito rapido o seu dono chegou a falecer. Agora falando, estou pensando e algumas coisas realmente bate, mas n podemos julgar assim. Mas agora fiquei com a duvida na cabeca peco para DEUS me orientar, pois estou pensando em comprar um.

    Responder
    • Gilberto
      Gilberto   06/08/2012 em 06:57

      Olá Marcus, tudo bem contigo?
      É, realmente a bíblia nunca fez referencia a qual fruto era, poderia ser qualquer um.
      A Marca da Apple é fácil de entender.
      Quando você estuda muito e é um pesquisador, sempre vai estar comendo alguma coisa em sua mesa de trabalho e os mais inteligentes comem frutas. Nada mais comum que uma maçã, fácil de levar para qualquer lugar, fácil de comer, não precisa nem descascar, é saudável e o resíduo que sobra é mínimo.
      Cade o outro pedaço? Foi comido durante a pesquisa, durante o trabalho.
      A empresa cresceu rápido pois ela criou sistemas revolucionários, como por exemplo o mouse que você utiliza, é criação de seu fundador Steven Paul Jobs.
      Muitas outras empresas cresceram rapidamente por serem revolucionárias, veja o Facebook, Google, Microsoft, entre tantas outras.
      Quanto ao fato de Steven Jobs falecer, faça as seguintes perguntas antes: Qual era a sua idade? Qual era o seu estado de saúde? Se ele fosse um simples funcionário, Sem dinheiro para tratamentos tão caros, será que não teria morrido bem antes?
      Repare que no texto o pastor picareta disse que o I de Ipod, Iphone etc, era a inicial de inferno, mas se fosse realmente isso, seria um H, pois é a inicial de Hell, inferno em inglês.
      Se pretende comprar um equipamento da marca, apenas pense bem em qual é o melhor modelo para atender aquilo de que precise, duvido que você se arrependa, pois estão entre os melhores equipamentos do mercado.
      Junto com seus estudos bíblicos, aconselho também um bom e sério estudo de história, pois assim você saberá muita coisa que padres e pastores não dizem aos fieis e dificilmente ficará com dúvidas como a que relatou.
      Um grande abraço

      Responder
  26. CARLOSBAND   15/12/2012 em 09:40

    Bom, eu tenho um recado para esses PROTESTANTES que ficam comentando em todos os canais:

    O WINDOWS É DO? CAPETA!.. vocês se lembram do codinome do VISTA antes do lançamento? era LONGHORN = CHIFRUDO.

    o LINUX se originou do projeto GNU que também é um CHIFRUDO.

    A APPLE é a MARCA DO DIABO… lembrem-se que o demonio usou uma maçã para desvirtuar a humanidade.

    ENTÃO O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO AQUI !

    PAREM DE USAR COMPUTADORES, vivam em fazendas, longe dos out-doors, não usem energia.

    Não saiam nas ruas, pois o asfalto e a calçada que vocês pisam são produzidos por empresas demoníacas e utilizados pelo governo para levá-los para o INFERNO.

    Não usem carros, pois TODAS AS MARCAS TEM LOGOTIPO DO DEMÔNIO.

    NÃO USEM ROUPAS, pois são produzidos por empresas demoníacas.

    NÃO COMAM PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS…

    Por fim, NÃO LEIAM OU COMPREM BÍBLIAS, pois a celulose é um produto industrializado demoníaco, porque destroem as árvores e agridem o planeta para produzir papel.

    Eu sei que algum engraçadinho vai se achar no direito de dar uma resposta dígna de PASTOR…

    PASTOR É CRAQUE EM ACHAR DESCULPAS PARA TUDO…

    MAS UTILIZAR UM INSTRUMENTO DEMÔNIACO PARA O BEM NÃO TEM DESCULPA… PAREM DE USAR COMPUTADORES…

    Responder
    • Gilberto
      Gilberto   15/12/2012 em 23:17

      Pois é Carlos, seria um sonho estes caras pararem de utilizar o computador e principalmente deixar de atormentar nosso juízo com inutilidades.
      Grande abraço

      Responder
  27. Patrick   14/04/2013 em 18:13

    Sempre lia o site, por pensar que aqui já haviam aprendido que pensar não dói, mas pelo visto… Princípio básico é conferir a fonte. O site que escreveu o artigo, é um site de humor, se ainda não sabem, é só ler o editorial do site Igreja Interncional… Quanta ignorância…

    Responder
    • Gilberto
      Gilberto   14/04/2013 em 23:59

      Patrick, eu sei que o site é de humor e deixei o endereço do site abaixo do texto para quem quiser consultar.
      Mas me diga se não há grande parte das igrejas, principalmente protestantes, que fazem este tipo de pregação.
      Já frequentei algumas e presenciei situações muito piores.
      Se preferir, busque no Youtube, lá está cheio de exemplos iguais a este e outros piores.
      Grande abraço

      Responder
  28. Julio Oliveira   25/01/2014 em 17:37

    Olha, eu só vim aqui por causa do iXbox. Quando vão lançarem mesmo?? Povo ignorante!!

    Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.