Leucemia, Nós Somos a Cura

Débora Gimenes/ Debby Lenon  

Hoje estou fazendo algo diferente aqui no blog, provavelmente a maioria vai torcer o nariz e nem terminar de ler a postagem, mas senti que era meu dever como mãe, como ser humano tratar desse assunto, afinal meu blog é uma ferramenta de divulgação e isso precisa ser informado não só por causa do Pedrinho e sim porque há milhares (se não milhões) de pessoas no mundo precisando de um doador de medula óssea.

Não tenho nada com isso. Não conheço ninguém com essa doença.

Não é bem assim gente. Eu não conheço pessoas próximas com leucemia, mas quando conheci o caso do Pedrinho (que estudou no colégio do Arthur) me coloquei no lugar da mãe dele e entrei em pânico. Até dezembro o menino era saudável e nunca os pais imaginaram que de uma hora para outra ele precisaria de um transplante. Pode acontecer com qualquer um de nós.

Até queria doar, mas tenho medo. Deve doer.

Não gente não dói, hoje o procedimento para doação é simples, você toma anestesia e não sente nada. E se doesse? O que é uma dor que duraria uns minutos em troca de uma vida inteira? Eu não sou tolerante a dor, mas fiz o teste mesmo assim não serviu para ele, mas poderá servir para outra pessoa.

As maiorias das pessoas compartilham tanta bobeira no facebook que às vezes tenho vontade de deletar meu perfil, mas quando vejo uma campanha para ajudar a encontrar um ser humano, para ajudar com organizações para proteção a natureza e animais e mais que isso para ajudar a encontrar um doador para uma criança linda e com muita coisa para viver me sensibilizo e continuo ali divulgando aquilo que eu acredito: solidariedade.

Sou inocente por acreditar nisso? Posso ser, mas está no meu ser acreditar que há pessoas solidárias, há pessoas capazes de pensar muito além do seu mundinho egoísta e ver que no próximo existe um pouco de nós, afinal somos feitos da mesma matéria e mesmo sendo de classes, raças e culturas diferentes, queremos a mesma coisa: viver.

Por isso peço a vocês que se conscientizem de que ele e outras pessoas precisam de sua solidariedade, de sua compaixão de um pedacinho de vocês para continuar vivendo. Deixemos o medo, a ignorância de lado e vamos fazer o teste para tentar salvar a vida de pessoas que precisam de nós.

Termino esse post com lágrimas nos olhos, mas o coração cheio de esperança de que o Pedrinho irá vencer essa batalha. Tenho muita Fé que verei os pais dele anunciando que o filho está curado, graças a um doador consciente e solidário.

Obrigada, por chegarem até aqui.

 

Débora Gimenes/Debby Lenon estudou letras e é escritora

 

Clique aqui e leia mais de Débora Gimenes/ Debby Lenon

 

Para você configurar seu avatar com sua foto, para que esta fique visível nos comentários, siga os três passos:

1. Vá até www.gravatar.com, clique em SIGN UP.

2. Adicione o e-mail que você utiliza em seus comentários aqui.

3. Complete o cadastro.

 

Débora Gimenes/Debby Lenon estudou Letras e é escritora, é idealizadora e administradora dos blogs O Lado Oculto da Mente e do jornal eletrônico O Lado Oculto da Mente

4 Responses to "Leucemia, Nós Somos a Cura"

  1. Maria Marçal   04/08/2012 at 11:53

    Divulguei perante meus mais de mil amigos no Facebook.com

    Maria Marçal – Porto Alegre – RS

    Responder
  2. jorn. Lino Tavares
    jorn. Lino Tavares   04/08/2012 at 17:20

    Sem dúvida, difundi esse apelo em todos os veículos virtuais e convencionais a que tenho acesso, como comunicador. Parabéns a quem postou esse apelo e meu agradecimento por esse gesto que busca salvar a vida de um irmãozinho do Planeta. Deus vê essas coisas e credita valores na poupança espiritual que devemos fazer para merecer Sua recompensa depois da vida carnal. Valeu. E como valeu !

    Responder

Deixe um comentário