Central Globo de Oportunismo

Lino Tavares

 

Estou de olho na Globo. Que exagero !  Está ocupando praticamente todos os seus espaços, reportando-se sobre a tragédia do cantor sertanejo que infelizmente morreu vítima de um acidente de trânsito. Quando Tom Jobim morreu, a Globo só fez um flash noticioso e depois deu breve cobertura ao enterro. Não que o Tom seja melhor do que esse jovem cantor, mas temos de convir que, pela estatura de sua arte musical, também mereceria uma cobertura desse nível, ocupando todos os noticiários da emissora carioca.

guitarra-de-luto
Todo Brasil está chocado com a morte trágica do Cristiano Araújo e sua namorada. No entanto, cumpre-me observar, como comunicador de ofício, que a Rede Globo está usando a tragédia de forma exagerada para aumentar seu índice de audiência, trazendo repetidas vezes depoimentos de cantores famosos sobre o fato. Por outro lado, como fiel serviçal do poder, a Rede do ‘Plim-Plim” está explorando o lamentável acontecimento para favorecer o governo corrupto, preenchendo esses espaços de maneira a fazer esquecer as denúncias que se acumulam contra a roubalheira na Petrobras e as mazelas do dia a dia do desgoverno Dilma.
Noticiar um acontecimento triste como esse é uma coisa. Transformá-lo numa novela, teatralizando-o com objetivos inconfessáveis, é outra bem menos digna.

Lino Tavares

Lino Tavares é jornalista diplomado, colunista na mídia gaúcha e catarinense, integrante da equipe de comentaristas do Portal Terceiro Tempo da Rede Bandeirantes de Televisão, além de poeta e compositor

Deixe um comentário