Psicofonia no Além-Túmulo

Aécio Cesar

Haveria a possibilidade de um espírito receber outro de esferas mais altas, através da psicofonia no Além? E quanto ao ambiente umbralino, em que nele, encontrava-se mergulhada a Casa Transitória Fabiano, este intercâmbio vingaria? De fato iremos analisar essas possibilidades nos estudos desta semana do livro: “Obreiros da Vida Eterna”, ditado pelo espírito André Luiz na mediunidade de Chico Xavier.

Pelo que podemos observar neste capítulo, a mediunidade clarividente da médium Luciana é fantástica. Repassa com ricos detalhes todas as informações ao grupo que não conseguia ver essas maravilhas em outro plano mais quintessenciado numa dessas reuniões íntimas. Houve nelas, também, alguns efeitos físico-espirituais, como exemplo, um aroma de flores a exalar de um ramalhete trazido por uma mensageira observada por Luciana.

Em particular, essa emissária viria se manifestar pela mediunidade psicofônica da médium acima citada para conversar com Gotuzo que lhe fora filho na última reencarnação. E desta conversa trouxe-nos ensinamentos bastante valiosos para a nossa melhor compreensão acerca do plano espiritual subsequente àquele em que o grupo agora se estagiara. Pelo que podemos notar pela conversa materna, é que o filho amado se deixou levar pelo trabalho intenso na Casa Transitória sem que para isso, pensasse na evolução do próprio coração. É bom que se registre aqui que essa Casa também preparava a incursão de muitos espíritos para uma nova reencarnação.

Letícia, a mãe abnegada que se comunicava através da mediunidade de Luciana, desejaria o retorno do filho Gotuzo às paragens da Terra abençoada que o aguardava. Disse-lhe que a esposa a qual tivera, agora lhe seria avó; seu adversário gratuito o seu avô; seu futuro pai, um espírito abnegado que lhe cultivaria virtudes e valores de um homem de bem; a sua atual esposa, agora viúva, teria um segundo matrimônio. Novas provas seriam colocadas em prática sob a égide do Nosso Senhor Jesus Cristo.

A roda reencarnacionista age sem nenhuma distinção, apenas cumpre a vontade de Deus, no sentido de que os erros sejam corrigidos sem que com isso venham afligir ainda mais corações em litígio. Ante a mediunidade aqui analisada, convenhamos que seja um meio pelo qual outras dimensões possam se entronizar com mais receptividade. Por isso é indispensável, também, o estudo desse dom mediúnico, porque sabemos que tanto na Terra quanto em planos subsequentes a esta, existe os falsos profetas, indiferentes aos ditames da Justiça Divina a qual estamos todos inseridos. Nada melhor do que valermos dessas vertentes de luz que a Doutrina dos Espíritos favorece aos homens de boa vontade, de compreensão mais ampliada, de consciência mais ilibada quanto ao bem a ser praticado tornando o templo do Senhor, nas terras abençoadas deste orbe, como sendo a pátria do Evangelho de todos nós. Concorda comigo, Leitor Amigo? Cap. 9a

Aécio Cesar
Eu sou uma pessoa tranquila, mas se pisam no meu calo… Gosto muito de ler obras de autores consagrados nacionais e internacionais. Assisto filmes de ficção, terror, drama. Sou diabético – glicose descompassada – hipertenso e cardíaco. gosto da vida. E dos raros amigos que hoje se encontram ao meu lado. Não tenho família. Vivo só na Terra com Deus nas alturas me protegendo.

Deixe um comentário