Desencarnação Adiada

Aécio Cesar

 

Existiria essa tal possibilidade de adiamento desencarnatório? Quais seriam os espíritos que teriam tão alto merecimento? É o que veremos no caso aqui da irmã Albina, espírito que estava sendo preparada para o desencarne e que a sua desencarnação fora adiada “sine die”, ou seja, sem data marcada.

Sabemos, através dos relatos de André Luiz que essa irmã estava bastante fraca e sendo autorizada a permanecer por mais tempo na Terra, a equipe espiritual tinha que propiciar-lhe possíveis recursos magnéticos para que o seu espírito pudesse manter-se por mais algum tempo naquele corpo físico deficitário. Espantado, André ouve do Assistente Jerônimo: “O futuro pode ser calculado em linhas gerais, mas não podemos prejulgar quanto ao setor da interferência divina”. Profunda tal citação. Em linhas gerais, cada programação de reencarnações futuras no sentido de auxiliar esse ou aquele espírito é feita pela Espiritualidade Amiga, mas Deus é a Fonte Maior de Vida. Ele governa sabiamente o destino de Seus filhos.

Existiria essa tal possibilidade de adiamento desencarnatório? Quais seriam os espíritos que teriam tão alto merecimento?
MODEL RELEASED. Departing spirit. Abstract image of a young woman’s ghostly spirit or soul leaving her body as she lies on a bed. This change of form, or transfiguration, could represent the departing of the soul to heaven. However, it might represent the spiritual enlightenment achieved through meditation.

Os preparativos para revigorar o corpo enfermo de Albina não poderiam tardar. Em seu lar, quando André nele chegou, estava sendo realizado por amigos espirituais, um culto em nome de Jesus. As filhas da enferma davam de tudo para a melhoria da sua mãe. É o que ele nos narra: “O ambiente equilibrado pela prece e pelos pensamentos de elevação moral contribuíam eficazmente na execução de nossos propósitos”. O que a prece pode fazer por nós, não é mesmo Caro Leitor?

Mas o melhor estava por vir deixando André mais surpreendido quando adentrou no quarto da enferma uma criança. Era o neto de Albina e pelo qual, por ele, as suas preces pela avô fora concedida mais alguns meses. Ele era um órfão que lhe aparecera na porta da sua residência e que uma de suas filhas o pegara como filho. Apesar das provas passadas, esse menino, segundo narrativa que consta no livro: “Obreiros da Vida Eterna”, pelo lápis de Chico Xavier, é abnegado servo de Jesus, reencarnado em missão naquele ninho familiar.

A história se desdobra onde André conta que uma das suas filhas estava grávida e o espírito que viria como filha tinha ligações fortes com essa família. O adiamento também se deve porque caso a avó viesse a desencarnar a filha não suportaria o baque vindo até a fazer um aborto e, assim, perderia valiosas provas para todas essas personagens aqui narradas.

Deus opera com sabedoria. Nós é que ainda não entendemos esse engrenagem divina. Mas com o tempo, alcançaremos entendimento necessário para que a ignorância não nos tape as vistas para narrações de complexidade que nós, ainda mourejando em um corpo físico,

É… O quanto temos que aprender com a prece! O quanto ainda nos falte reconhecer a sua importância como alimento também para o nosso corpo físico! É… Ainda nos falta tino espiritual, de sensibilidade para nos alimentar dela. Não acha, Leitor Amigo?

Aécio Cesar

Eu sou uma pessoa tranquila, mas se pisam no meu calo… Gosto muito de ler obras de autores consagrados nacionais e internacionais. Assisto filmes de ficção, terror, drama. Sou diabético – glicose descompassada – hipertenso e cardíaco. gosto da vida. E dos raros amigos que hoje se encontram ao meu lado. Não tenho família. Vivo só na Terra com Deus nas alturas me protegendo.

Deixe um comentário