Entrevista com o Cantor e Compositor Wilson Paim

Lino Tavares

.

Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações

.

Entrevista exclusiva Cedida ao Jornalista Lino Tavares

 

Personalidades figura como entrevistado desta edição o cantor e compositor gaúcho Wilson Paim, possuidor de uma brilhante carreira solo, que transcende as fronteiras de seu estado, alcançando as diversas regiões do Brasil e parte do exterior, notadamente entre as etnias de raízes latinas.

.

 

Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações

.

Perfil Artístico

.

Pela versatilidade de seu repertório, que tem como base a música regionalista mesclada com  gêneros musicais imortalizados na MPB, Wilson Paim, que nasceu em Alegrete, Fronteira Oeste gaúcha,  no dia 24 de outubro de 1962,  é considerado o maior cantor regionalista romântico do Rio Grande do Sul,  cultivando em sua trajetória artística o apego à terra onde cresceu,  vivenciando os hábitos e costumes da cultura genuinamente pampeana. Despertou para a música, cantando num programa de auditório da antiga Rádio Alegrete, a partir do qual passou a revelar sua vocação e seu grande talento, que foi reconhecido no cenário musical local, estendendo-se pouco tempo depois ao panorama estadual e culminando com o ingresso definitivo nos meios artísticos do Rio Grande do Sul e do Brasil.

 .

Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações

.

A Carreira

.
     Seu “pontapé inicial” no mercado fonográfico ocorreu com a gravação da música Martim Pescador, de José V. Leães e Adroaldo Mendes Machado, algo que realizou após ter participado em 1983 do festival 3ª Coxilha Nativista, de Cruz Alta-RS. Dois anos depois, lança seu primeiro LP, em produção independente,  batizado com o nome da música de sua primeira gravação. A partir dessa experiência inicial, passou a ser requisitado para sucessivos shows, alcançando o cenário nacional, quando em 1989 classificou-se para participar do festival 1º Rímula da Canção Regional (Rímula Shell), em São Paulo, evento transmitido pelo SBT para todo o Brasil. Consciente de que a música gaúcha reunia potencial para se juntar ao contexto nacional do gênero musical regionalista, Wilson Paim regravou clássicos brasileiros como a música “Cidadão”, por sugestão do cantor Sérgio Reis, contribuindo assim para que o cancioneiro do Pampa se projetasse um pouco além das barrancas dos rios Uruguai, Pelotas e Mampituba, que dividem o Rio Grande do Sul de  Santa Catarina.
.
Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações
.

O Auge

.
  Dono de uma expressão vocal rara, na qual se alternam variações dissonantes sem atropelos aos pressupostos básicos da modulação e afinação desejáveis, além de carismático e possuidor de formidável domínio de palco, o cantor símbolo do Alegrete, como Paim é visto por muitos conterrâneos, alcançou o ápice da consagração depois do lançamento de 13 álbuns em 1996, fruto de um projeto sui generis, no qual gravou um CD cantando músicas natalinas, intitulado “Natal Gaúcho”, que alcançou a marca de 100 mil cópias vendidas em apenas 45 dias. Por conta desse sucesso, foi contemplado com o Disco de Ouro. Paralelamente, gravou o álbum especial, em 1998,  intitulado “Wilson Paim canta Lupi”, reunindo canções famosas do compositor gaúcho Lupicínio Rodrigues, além do CD “Ave Maria”, depois de  ter gravado “Homenagem às Mães na voz de Wilson Paim”, em 2006. Dois anos depois, lançou “Quando o Verso Sai da Alma”, interpretando José Antônio Macedo, gravação realizada pelo selo Suldiscos. Posteriormente, brilhou no grande show realizado na Casa de Cultura, em Caxias do Sul, no decorrer do qual teve sua primeira gravação ao vivo,  em lançamento simultâneo CD/DVD, pela gravadora ACIT.
.
.
Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações
.

Atualidade Artística

.

Atualmente, o guri do Alegrete que virou cantor famoso possui domicílio artístico e familiar em Porto Alegre, onde sua equipe de produção agenda seus roteiros de shows e trata de temas ligados à participação artística em festivais de música e lançamento de novas gravações. Um dos momentos mais emocionantes de sua agenda de shows foi a participação no Grande Encontro, em sua 3ª edição, realizado dia 24 de novembro de 2015 no Auditório Araújo Viana, na capital gaúcha, onde dividiu palco com as maiores expressões da musica regionalista gaúcha, sendo aplaudido repetidas vezes pela grande plateia que prestigiou o inesquecível espetáculo musical.

Na sequência,  a entrevista propriamente dita na qual Wilson Paim responde a questionamentos sobre sua bem sucedida carreira e acerca de suas opiniões e preferências relacionadas aos temas propostos.

.

Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações

.

Wilson Paim Responde

.

Sua vocação para a música de raiz vem dá infância, ou foi descoberta na adolescência?

R: Vem da infância, pois meu Pai chegava em casa sempre assoviando as músicas do Lupicínio Rodrigues e minha irmã cantava nos programas da rádio Alegrete, programas estes que eram concursos de calouros da época.

Quando e onde você cantou em público pela primeira vez?

R: Na rádio Alegrete AM no programa do Rafael Vila Rios ( famoso FAÉCO ) num domingo pela manhã.

Embora inclua em seu repertório músicas de todos os gêneros, considera a música gaúcha como o carro-chefe de sua carreira?

R: Sim 

Sua opção pela música foi uma iniciativa pessoal ou nasceu inspirada em algum artista do gênero?

R: Foi opção, porém sempre nos inspiramos em alguém que no meu caso foi Roberto Carlos.

Além de cantar, você se considera também compositor?

R: Sim 

Que instrumentos você toca?

R: Violão

Frequentou cursos de música ou é autodidata nessa arte?

R: Autodidata

Quais, dentre as músicas que gravou,  marcaram mais em sua carreira? 

R: Trem de Lata ( que foi meu brinquedo de infância ) Obs: para REENCONTRO ( Uma das mais românticas que canto )

De quais concursos de música você já participou? 

R: Vários festivais no Rio Grande do Sul.

Que prêmios você acumula na carreira de cantor?

R: Mais de 400 troféus da música nativista ( FESTIVAIS )

Mesmo sendo um cantor consagrado, ainda bate aquele “friozinho na barriga”, cantando diante de grandes plateias?

R: Sempre! rsrsrsrsr

Você acha que a música mudou para melhor ou para pior, do final do século passado para cá?

R: Ela ficou mais COMERCIAL  e menos CULTURAL

A que você atribui o fato de a música gaúcha não ser tão bem divulgada no centro do país quanto a música sertaneja?

R: Linguagem típica, Indumentária ( PORÉM UMA RESSALVA) Tenho medo de tudo que vire moda, pois rapidamente DESAPARECE! 

Acredita que a musica gospel é manifestação de fé ou mero produto de mercado como os demais gêneros musicais?

R: A música GOSPEL e a maneira mais rápida de chegar no coração de Deus ( Jesus Cristo )

Considera satisfatório o apoio dispensado pelo Ministério da Cultura à arte musical brasileira?

R: PODERIA FAZER BEM MAIS!

Você já solicitou ou recebeu algum patrocínio do Projeto Rouanet, do Ministério da Cultura?

R: POUCOS!

O que você gostaria de acrescentar aqui, além do que foi perguntado?

R: Sinto a falta de grandes FESTIVAIS no BRASIL, pois são muito importantes para quem vive da música e é onde nós podemos desaguar este universo de músicas que nascem dia a dia!

.

 

Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações

.

Bate-Bola  com Wilson Paim

.

Eterna lembrança? A casa da minha infância.

Momento inesquecível? Nascimento da minha primeira filha. 

Sonho realizado? Um Disco de Ouro.

Gratidão especial? O amor de minha Mãe!

Cor preferida? Azul

Nº de sorte? 13

Prato preferido? Um bom carreteiro de charque!

Principal hobby? Assistir filmes.

Time do coração? Grêmio

Cantor gaúcho de época? Gildo de Freitas

Cantora gaúcha de referência? Elis

Personalidade nacional? Poeta Mário Quintana

Personalidade internacional?  Martin Luther King

Deus? Não cai uma folha de uma árvore no chão sem a permissão dele!

Como Wilson Paim define Wilson Paim? Focado e Transparente.

Projetos na carreira? Seguir cantando e compondo.

.

Cantor e Compositor Wilson Paim: Três Décadas de Regionalismo Romântico Encantando Gerações

.

Considerações Finais

.

Agradeço ao teu carinho e tua atenção!

.

CONTATOS, REDES SOCIAIS E PUBLICAÇÕES ONLINE SOBRE WILSON PAIM

.

VÍDEOS youtube (interpretaçõe diversas do repertório de Wilson Paim)  

Lino Tavares

Lino Tavares é jornalista diplomado, colunista na mídia gaúcha e catarinense, integrante da equipe de comentaristas do Portal Terceiro Tempo da Rede Bandeirantes de Televisão, além de poeta e compositor

Deixe um comentário