Jogo das Forças Psíquicas

Aécio Cesar

.

            Você alguma vez já parou para pensar que por traz de qualquer força psíquica a qual alimentamos, existe um jogo de sintonias onde vencerá o bem ou mal até então manifesto? Não sabemos ainda o quanto é perigoso pensar à revelia, embora assim aconteça, longe da nossa atenção e do nosso cuidado no expressar.

            O assistente Calderaro nos instrui e onde André Luiz nos relata no livro “No Mundo Maior” pelo saudoso médium Chico Xavier, tem suas ocupações quanto aos irmãos ainda presos às amarras dos vícios: “… importava acompanhar os problemas, quais imprevistas manifestações da própria vida”. Problemas existem, os vários. E somente com a intervenção de amigos espirituais é que muitos desses tem a vazão de serem aliviados.

            Muitos irmãos de jornada ainda não atentaram na responsabilidade que se tem no pensamento desarvorado e sem freios. O pensamento é tudo na rotina de cada um de nós. Ele vive em nós, pois é dele e através dele que iremos nos mostrar perante o mundo, amigos e familiares.

            Nunca se pensou tanto no mal como nos dias que correm. Nunca se odiaram tantos irmãos de mesma raça a ponto de matar hoje em dia, sendo apenas para alimentar as estatísticas. Onde Deus nos corações? Onde a Caridade no expressar do testemunho cristão? Onde a palavra que edifica seguida da ação que enobrece a alma transcendendo as vicissitudes do caminho?

            Nesse combate de pensamentos os mais sinistros, André Luiz complementa com mais uma citação a respeito: “Para isso, o missionário atuante era compelido a conhecer profundamente o jogo das forças psíquicas com acendrado devotamento ao bem do próximo”. Nada mais que justo não é mesmo?

            Como sempre digo, já falamos demais em Jesus. É bom que se fale, sim, Nele, mas atendendo mais presente ao irmão desgraçado do caminho. Agora deveremos assumir a nossa integridade moral e espiritual no serviço fraterno mais que urgente. Vamos todos descer da tribuna, falar menos e trabalhar mais, procurar amealhar o bem com devotamento, sem interesses, anônimo e consubstanciado nos ensinamentos salvadores. Vamos deixar as brigas intestinas e observar mais a importância, que ainda não damos, aos ensinos deixados pelo Cristo de Deus, por Allan Kardec, por Chico Xavier. Todos eles trabalharam incansavelmente. Todos renunciaram ao verdadeiro amor. Todos doaram de corpo e alma para o engrandecimento espiritual de uma raça que poderá ser exterminada pelos da própria linhagem.

            Muito se fala hoje no Apocalipse. Livros e livros lançados. Novelas e filmes fortalecem o fim do mundo violento e insensível. Pontos de vista de um e outro que se diz conhecedor do final dos tempos, se esquece que está havendo sim, um apocalipse moral o qual os homens ainda não atinaram no perigo que correm. Não o analisaram ainda. Não perceberam as suas consequências. Por que essa atração ferrenha em exterminar o mundo e as pessoas? Será que Deus terá essas mesmas intenções acabando com tudo que criou, Leitor Amigo?

Aécio Cesar

Eu sou uma pessoa tranquila, mas se pisam no meu calo… Gosto muito de ler obras de autores consagrados nacionais e internacionais. Assisto filmes de ficção, terror, drama. Sou diabético – glicose descompassada – hipertenso e cardíaco. gosto da vida. E dos raros amigos que hoje se encontram ao meu lado. Não tenho família. Vivo só na Terra com Deus nas alturas me protegendo.

Deixe um comentário