Speedy inicia cobrança de “taxa do provedor”

Por: Claudia Rondon

SÃO PAULO – Quem navega no Speedy sem contratar um provedor à parte, terá que pagar uma taxa extra de R$ 8,70.

Tradicionalmente, o serviço de banda larga da Telefônica, o Speedy, exige que o usuário contrate também um provedor de acesso. Assim, além do custo do Speedy, o usuário pagava uma taxa para um provedor de acesso liberar o login no serviço.

Em agosto de 2007, no entanto, uma decisão da Justiça (3ª Vara Federal de Bauru), mudou esta prática. A Telefônica foi proibida de exigir a contratação de um provedor. Para atender à Justiça, qualquer assinante Speedy podia fazer login usando a autorização genérica “internet@speedy.com.br” e senha ‘internet’.

A Telefônica vem dizendo, desde a época da decisão, no entanto, que cobraria pelo serviço. Agora, a empresa iniciou a cobrança da taxa de R$ 8,70 dos assinantes do Speedy que usam o login genérico.

Segundo a Telefónica, a empresa tem autorização legal para efetuar a cobrança do “serviço de conectividade” há alguns meses, mas optou por só iniciar a taxação agora para ter tempo de avisar todos seus assinantes.

Outros serviços de banda larga, como o Vírtua, da NET, permitem que o usuário faça login sem pagar taxa adicional ou contratar um provedor de acesso.

Fonte: Info Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.