Desfrutando do "Privilégio Odioso" - Gibanet.com

Férias da presidente da república, Dilma RousseffLino Tavares

Recebi essa informação de fonte que até a presente data me tem sido confiável. A se confirmar tal despropósito, trata-se de mais uma prática burguesa do falso socialismo comuno-petista, que  ascendeu aos altos escalões de poder para desfrutar de toda aquela gama de privilégios desfrutada por aquelas camadas que sempre foram classifidcadas, no discurso petista, de “tubarões da direita”. Esse é o verdadeiro Brasil das mazelas ocultas, que a grande mídia – salvo honrosas exceções – deixa de veicular, como seria de seu dever, de olho nos favorecimentos cotidianos que fluem do poder corrupto, que dribla a opinião pública, lançando mão da propaganda enganosa, paga a peso de ouro com o dinheiro dos tributos extorsivos que impõe às classes produtoras e aos trabalhadores em geral. Parafrasear Boris Casoy, dizendo que “Isso é uma vergonha”, é pouco, porque na verdade “Isso é uma falta de vergonha na cara”.


Teor da Mensagem
  

 

“Só para militares” não! Esse absurdo precisa ser conhecido por todas as pessoas ainda não contaminadas pelo vírus comuno-esquerdista-petista! Será que a “Comandante Suprema das Forças Armadas” não confia nos seus subordinados hierárquicos ou não gosta da companhia? Esse não é o Brasil dos meus sonhos pelo qual tanto lutei e continuo lutando! É até difícil de acreditar, embora contra fatos não haja argumento! Gen Ex José Carlos Leite Filho.

 

Só para os militares da MARINHA.

Verdadeiro absurdo!

Um CMG reformado que veio do Rio para passar os dias de Fim de Ano em SALVADOR e chegou em ARATU as 02:00 horas da matina, com reserva de hospedagem feita, TERIA SUA ENTRADA NA BASE NEGADA e este teve que se virar, conseguindo, após falar por telefone com um filho militar em Brasília, se hospedar no Hotel da FAB em Ondina, Salvador, pagando como oficial de Marinha e portanto, um preço superior ao que normalmente pagam os oficiais da FAB.

Soube deste caso através pessoa de minha confiança residente em Salvador. Aqueles oficiais e suas famílias que se encontravam já acomodados no Hotel de INEMA teriam sido retirados do HOTEL e hospedados, pela compreensão dos seus colegas, que os levaram para suas respectivas residências funcionais pessoais.

Na qualidade de anterior comandante daquela importante Organização de apoio logístico de nossa Marinha fico imaginando como reagiria a este tipo de ordem recebida. Provavelmente pediria as “minhas contas” e me transferiria para a Reserva, deixaria imediatamente o meu Comando, passando-o ao Imediato da Base e embarcaria com destino a minha terra.

Este é o tratamento que todos recebem de nossa FORÇA MADRASTA, tudo para facilitar a vida daquela que vai para a BASE, em gozo de Férias, com uma comitiva de “aspones” e familiares, perturbando a vida daqueles que se encontram em suas funções operacionais e ainda nos negam tudo aquilo que por direito temos, inclusive os nossos salários aviltados.

.

.

.

Lino Tavares é jornalista diplomado, colunista na mídia gaúcha e catarinense, integrante da equipe de comentaristas do Portal Terceiro Tempo da Rede Bandeirantes de Televisão, além de poeta e compositor

Clique aqui e leia mais artigos de Lino Tavares

 

.

.

Para você configurar seu avatar com sua foto, para que esta fique visível nos comentários, siga os três passos:

1. Vá até www.gravatar.com, clique em SIGN UP.

2. Adicione o e-mail que você utiliza em seus comentários aqui.

3. Complete o cadastro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.