Lidando com a Grosseria - Gibanet.com

Maria Marçal

Por que será que vez ou outra nos tornamos grosseiros, indelicados com pessoas que não merecem esse tratamento?

Pior é que sabemos o que estamos fazendo e temos consciência de seu resultado ali adiante.

Poder-se-ia justificar dizendo ‘o fulano está passando por momentos difíceis’, mas o que tenho a ver com isso! pensaria o afetado pelo mal humor da inesperada rebeldia.

Pessoas inóspitas nos abalam mais do que àquelas que transitam pela calmaria nos cobrindo de gentilezas.

A verdade é que somos indivíduos sensíveis na essência.

Qualquer manifestação que venha num tom agressivo tem o poder de desestruturar se instalando uma insegurança sobre os motivos dessa mudança repentina de comportamento de quem prezamos, porque não somos preparados à estupidez.

Algumas pessoas encontram nessa atitude uma forma de se impôr, demonstrar superioridade.

Quando se está nesse trânsito perturbador é infrutífera qualquer tentativa de reverter ânimos, porque a grosseria cega, deseduca e não permite interferência.

tumblr_lksviv8ggi1qz7lxdo1_500

Reina, por curto tempo, mas de maneira assoladora.

O melhor a fazer é deixar que a rebeldia se dissipe no autor.

Depois, como tudo na vida, os sentimentos se acomodam dando lugar a outro fenômeno da convivência: a tolerância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.