Presidente da Abav-SP comemora crescimento do Turismo Nacional - Gibanet.com

Representante dos agentes de viagens da capital e do interior paulista, a Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo (Abav-SP) comemora o sucesso, as realizações e o progresso do Turismo Nacional. Hoje (13 de junho) é celebrado o Dia do Turista, data designada especialmente para aqueles que buscam encontrar novas experiências e culturas ao redor do mundo.

De acordo com o estudo do Ministério do Turismo e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), divulgado ontem (11 de junho), cerca de 6,62 milhões de turistas estrangeiros visitaram o Brasil em 2018, fortalecendo o turismo receptivo que é comercializado por inúmeras agências de viagens. A pesquisa foi realizada em aeroportos e fronteiras ao longo do ano passado, com mais de 39 mil viajantes de outras nacionalidades, com base no perfil, hábitos e percepções que tiveram ao visitarem o território brasileiro. O projeto também destaca o número de satisfação de cada indivíduo e revela que a experiência turística nacional atende a expectativa de 87,7% dos entrevistados e 95,4% pretendem retornar ao nosso País.

A América do Sul foi apresentada como principal origem dos visitantes, com cerca de 60%, ou seja, quatro milhões de estrangeiros, sendo a Argentina como o primeiro país no ranking, alcançando 2,5 milhões de chegadas, seguida pelo o Chile com 387 mil e o Paraguai com 356 mil. Logo depois, a lista ressalta o continente Europeu com 20%, quase 1,46 milhão, com destaque para os franceses que registraram a chegada de 238,3 mil turistas. O terceiro continente foi a América do Norte, com 10,4%, cerca de 689 mil pessoas que viajaram ao Brasil no ano anterior, somente dos Estados Unidos o número constata aproximadamente 539,5 mil pessoas.

O Turismo é fonte de riqueza e desenvolvimento, encarregado por um a cada dez empregos (diretos e indiretos), beneficiando uma malha de 52 setores sinérgicos que formam a sua rede. O segmento se concretiza com extrema importância para o PIB brasileiro, tendo sido responsável pela injeção de US$ 163 bilhões na economia do País em 2017 e pela geração de mais de sete milhões de empregos. Ao todo, o gasto de turistas estrangeiros no Brasil em 2018 chegou a US$ 5,43 bilhões.

A Abav Nacional estima que as agências correspondem pelas vendas de 70% das passagens aéreas nacionais; 85% dos lugares nos voos internacionais, que saem do Brasil; 75% dos cruzeiros marítimos e fluviais; 90% dos pacotes turísticos; 60% das reservas de hotéis; e 28% das locações de veículos. Ou seja, representam ao todo, 80% das vendas nacionais.

O presidente da Abav-SP, Edmilson Romão, acredita que o Brasil ainda precisa melhorar em condições de infraestrutura e preservação dos patrimônios históricos. “Precisamos resgatar a nossa memória e valorizar nossa cultura, mas só vamos alcançar esses fatores se houver investimentos em treinamentos e promoção de destinos. As cidades necessitam ser boas para os seus munícipes, assim, também serão ótimas para os turistas. Nós, agentes de viagens, temos a função de conectar as pessoas com o melhor do mundo, apresentar oportunidades para quem procura experiência com conforto, comodidade, segurança, tranquilidade, atendimento personalizado e principalmente, melhor relação custo-benefício. Somos um País continental e não faltam atrativos para apresentar aos visitantes”, comenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.