Pecuária leiteira: uso de suplementos minerais e vitamínicos em vacas aumenta a produção de leite - Gibanet.com

Biogénesis Bagó apresenta resultados de estudos durante a Megaleite que comprovam o aumento de mais de 4kg de leite/dia por animal

Um rebanho com vacas saudáveis produz mais leite quando elas são suplementadas durante o período de transição. Foi o que comprovou um estudo realizado no Brasil, feito com 372 vacas apontando que animais que receberam suplementação injetável, contendo vitaminas (A e E) e micro minerais (Cobre, Zinco, Manganês e Selênio) aumentaram a produção em média de 4,3kg de leite/dia. O resultado detalhado será apresentado pela equipe da Biogénesis Bagó durante a Megaleite, maior feira da pecuária leiteira do Brasil, que ocorre de 19 a 22 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte (MG).

“Ficou comprovada que a suplementação micro mineral e vitamínica contribui com a integridade do úbere, respostas imunológicas, saúde da glândula mamária e consequentemente na produção. Por isso, a utilização de suplementação vitamínica e mineral estratégica é crucial durante o período de transição em vacas secas e confirma ser uma eficiente ferramenta para melhorar a saúde e a produtividade em vacas leiteiras”, afirma Gabriel Campos, Gerente Regional Central da Biogénesis Bagó, que apresentará os resultados na Megaleite, no dia 21 de junho no estande da empresa.

Biogénesis Bagó apresenta resultados de estudos durante a Megaleite que comprovam o aumento de mais de 4kg de leite/dia por animal

O estudo, publicado no National Mastitis Council, 2018 no Texas, EUA, analisou animais de duas propriedades distintas com as mesmas condições corporais e dieta, com produção média de 34kg de leite/dia na lactação. As vacas foram distribuídas em dois grupos experimentais e completamente aleatórios. O primeiro lote recebeu injeções subcutâneas de 1mL/100kg p.v. de solução salina e o segundo grupo recebeu tratamento com o suplemento mineral Adaptador MIN e suplemento vitamínico Adaptador VIT na dosagem 1 mL/100kg p.v.

Ao final do período do estudo, o lote em tratamento atingiu a produção média de 38,9kg de leite/dia, enquanto o primeiro grupo, que recebeu apenas solução salina, produziu média de 34,6kg leite/dia.

Segundo Campos, o período de transição é considerado crítico, pois há um aumento da concentração plasmática de substâncias oxidativas (radicais livres) que interferem no processo produtivo e imunológico em vacas de leite. “A suplementação extra de micro minerais e vitaminas lipossolúveis são necessárias durante este período porque auxiliam na imunidade de úbere, causando impacto direto na produção e saúde do rebanho”, aponta.

Além dos resultados obtidos no estudo, os visitantes poderão ter acesso às mais variadas técnicas, serviços e soluções da Biogénesis Bagó para o mercado de saúde animal. Na ocasião, será apresentado todo o portfólio da empresa com foco na pecuária leiteira.

Entre os destaques, a Biogénesis Bagó apresenta aos visitantes da Megaleite o Suplenut, Kit Adaptador e Ubresan® Selante, que é indicado como complemento da terapia antimicrobiana de secagem de animais. Na ocasião também serão discutidas as indicações associadas de Ubresan e Kit Adaptador.

Sobre a Biogénesis Bagó

 

A Biogénesis Bagó é uma empresa líder nos principais mercados da América Latina, com projeção global, e comprometida com o desenvolvimento de soluções para a saúde e sustentabilidade da produção pecuária por meio da biotecnologia. Em 2014, 2016 e 2018 foi nomeada pela revista inglesa Animal Pharm como a melhor empresa de saúde animal da América Latina. A empresa desenvolve e comercializa produtos veterinários criados para garantir a saúde e melhorar a produtividade dos rebanhos bovinos de carne e leite. Conta com um portfólio de mais de 70 produtos e 650 registros em distintos países. Mais informações: http://www.biogenesisbago.com/br

 

Informações para a imprensa

Attuale Comunicação – (11) 4022-6824

Mariele Previdi – 11 99954 4626 – mariele@attualecomunicacao.com.br
Juliana Bonassa – 11 94928 0849 – juliana@attualecomunicacao.com.br
Mariane Belasco – 11 97066 0426 – mariane@attualecomunicacao.com.br
Tamara Horn – 11 97116 1390 – tamara@attualecomunicacao.com.br
Ana Flávia Gimenes – 11 99590 4699 – anaflavia@attualecomunicacao.com.br
Jean Martins – 19 99153-4765 – jean@attualecomunicacao.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.