Lino Tavares

..

     A polêmica criada em torno da decisão da médica cubana Ramona Matos Rodriguez, pedindo para sair do programa Mais Médicos e se exilar no Brasil, pode até ser classificada como uma jogada política da oposição, já que ela encontrou abrigo, para sua atitude arrojada, junto à liderança do DEM, na Câmara, com o aval do Deputado oposicionista Ronaldo Caiado.  Mesmo que seja  assim, essa profissional cubana só fez isso – ou se prestou a esse papel – porque é público e notório que fugir daquela ditadura sanguinária remanescente continua sendo o maior “sonho de consumo” de qualquer cidadão cubano comum, que não faça parte da corja dominante, que há mais de  seis décadas transformou a ilha caribenha no único curral comunista das terras descobertas por Colombo.

coitada-da-ramona     A julgar pelo que acontece em Cuba,  não só com profissionais de medicina, mas também de outras áreas, onde os salários irrisórios, tal como na China, constituem uma espécie de semi escravidão institucionalizada, a tendência é que outros médicos trazidos para cá a fim de serem explorados política e economicamente pelo governo sem rumo da “indiGestão” Dilma Rousseff, sigam o exemplo da colega Ramona. A menos – é claro – que, em meio a esse conluio doutrinário envolvendo o Brasil do PT e Cuba do Partido Único, a pobre mulher venha a ser deportada, enquadrada como traidora da pátria e punida da forma como bem sabemos pelo governo “Justiceiro” da Dinastia Castrista.

De qualquer forma , ela já deu uma enorme contribuição à sociedade brasileira, fazendo ver  aos de visão mais rasa aquilo que os mais lúcidos deste país sempre souberam: que essa ditadura do Caribe não merece esse aporte financeiro  que está recebendo  ‘de mão beijada’ do governo brasileiro,  talvez como uma forma encontrada pela presidente Dilma de retribuir o apoio que recebia de Cuba, quando militava em organizações comuno-terroristas, traindo a Pátria, e servindo aos interesses expansionistas da Ditadura do Proletariado comandada por Moscou.

Com certeza a vida dessa cidadã cubana que ousou desafiar a prepotência dominante, na luta por melhor salário e melhores condições de vida, não vai ser fácil daqui por diante. Basta olhar para trás e lembrar as atitudes nazi-fascistas da “República Petralha”, quando deportou os atletas Cubanos do Panamercano realizado aqui e, de forma canalha, ao arrepio dos tratados internacionais,  negou o pedido de extradição feito pelo governo italiano,  para repatriar o criminoso Cesare Battisti e colocá-lo de volta na cadeia, onde cumpria pena de prisão perpétua, por assassinatos frios e covardes que praticou como militante das Brigadas Vermelhas.  Isso, por si só, explica a ilustração desse texto, lembrando a figura da sempre piedosa Filó, que, diante dessa situação periclitante diria, com certeza, Ô coitada da Ramona !

One thought on “Ô Coitada da Ramona !

  1. Joaquim Caldas says:

    Cuba é tão pequeno,mas manda e desmanda na América do Sul,por quê? A Rússia foi quem treinou Fidel Castro e seus capangas para assaltar o governo de Fulgêncio Batista.O interesse seria projetar uma base nuclear em Cuba pra dar seguridade a Rússia.Guerra dos Misses.A extinta KGB está infiltrada em todos os estados das Américas.Já estão tomando a Venezuela,que em seguida será o alvo maior:Brasil.Lula já é o novo líder das Américas ,com a morte de Fidel.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.