Reino do Senhor

Aécio Cesar

.

            Você ainda pensa em descansar depois que a morte lhe ceifar seu último suspiro na Terra? Ou se quiser irá ser destruído no bojo de Deus e que tudo assimilado – de bom ou de ruim – será perdido no tempo-espaço do Cosmo infinito? Se assim ainda pensa, melhor raciocinar a respeito, para que não venha ter surpresas desagradáveis – qual o tivera André Luiz – quanto ao verdadeiro Reino do Senhor.

            Vejamos o que Emmanuel, no prefácio do livro “No Mundo Maior”, relatado pelo Espírito André Luiz pela mediunidade de Chico Xavier nos faz refletir a respeito: “Ninguém depois do sepulcro, gozará de um descanso a que não tenha feito jus…”. De fato, aqui, o merecimento pesará muito na balança da Misericórdia de Deus. E é bom que saibamos que esse descanso descrito aqui pelo mentor acima citado é aquele pelo qual se tem direito depois de fainas árduas sempre em benefício do irmão mais necessitado acolhido e resguardado por almas mais direcionadas ao Bem Maior.

            Vejamos o complemento da citação acima: “… o Reino do Senhor não vem com aparências externas”. Ou seja, vem do sentimento maior que é o Amor em todas as suas instâncias. Pregar o Evangelho do Senhor é muito fácil, principalmente no caos moral e religioso pelo qual estamos passando em pleno século XXI. Agora colocá-lo em prática…..

            Fala-se muito de passagens evangélicas. Excede as benemerências religiosas para fisgar almas que ainda não decidiram para que lado está: se pelo lado da ignorância, se pelo lado da interpretação dúbia ou pelo trabalho fraterno a que todos nós ainda estamos carentes.

            Para se ter paz de consciência na lida do esforço próprio em descobrir quem somos e a nossa importância em um mundo de atrozes sofrimentos, não dispensará o suor abençoado quando descobrirmos a necessidade de auxiliar o semelhante no melhor que pudermos.

            Oportunidades temos várias. Por que não abraçar a Causa do Nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo? O que estamos esperando para descruzarmos os braços? Mais sofrimentos, mais dores, principalmente com aqueles que mais diretamente amamos?

            Segundo Emmanuel, muitos assuntos aqui narrados no livro à baila, trará muito descontentamento e perplexidade. Por que será? Esse sentimento também de reproche é mais direcionado aos confrades e confreiras que ilustram bem os ensinamentos de Jesus e que neles estacionam. Ainda não atentaram no serviço que deles terão que tirar na salvaguarda da própria alma quando se dirigirem ao país de nossa origem. Segundo ainda o mentor aqui citado: “Cada lavrador respira o ar do campo que escolheu”. Lembremos que no Umbral muitos irão respirar o ar pesado dos campos nele criados. Alguma dúvida, Leitor Amigo?

Aécio Cesar

Eu sou uma pessoa tranquila, mas se pisam no meu calo… Gosto muito de ler obras de autores consagrados nacionais e internacionais. Assisto filmes de ficção, terror, drama. Sou diabético – glicose descompassada – hipertenso e cardíaco. gosto da vida. E dos raros amigos que hoje se encontram ao meu lado. Não tenho família. Vivo só na Terra com Deus nas alturas me protegendo.

Deixe um comentário