Chico, O Eterno - Gibanet.com

Chico, O Eterno
Chico, O Eterno

Lino Tavares

.

 

Minha estreia como colunista aconteceu em um jornal da Grande Porto Alegre, chamado Fato Ilustrado, onde escrevi um artigo em homenagem a Charles Chaplim, que tinha falecido cinco dias antes. Imaginei,  na ocasião,  que havia rendido tributo ao mais talentoso representante do humor universal. Anos depois, percebi que Carlitos não fora exatamente o maior talento entre os profissionais do humor, mas tão somente o mais famoso deles.

Chico Anysio, o gênio dos “mil e um personagens”, é que era a meu ver, sem patriotada, o talento maior da expressão humorística da era moderna. Ele partiu, deixando-nos como legado um tesouro imensurável no campo das artes cênicas, representado por mais de  duzentos personagens humorísticos,  que passarão  às gerações futuras como um bem inexorável do nosso patrimônio artístico e cultural.

Ninguém  no mundo, como esse cearense de Maranguape, soube tirar do “labirinto da imaginação” tantos e tão ricos entes caricatos, que sempre pareceram seres reais, possuidores de identidade, CPF e time do coração, como qualquer um de nós.  Cada um deles, a seu modo, nos divertindo com um senso crítico sobre as coisas do cotidiano,  capaz de fazer inveja a muitos analistas do jornalismo opinativo.

Entre eles, vale citar como exemplo o  “Professor Raimundo”, denunciando com o jargão “E o salário, ó…” a vergonhosa política salarial do magistério; o “Pastor Tim Tones”, desnudando a exploração da fé pelos falsos profetas; o “Deputado Justo Veríssimo”, encarnando a figura irreverentre do político safado e impune, bem como a  “Salomé de Passo Fundo”, reeditada no programa Zorra Total, depois de ter sido sucesso satirizando a figura do último presidente do  “Regime Militar”.

Com o mesmo espírito abundante revelado na criação de  seus personagens, Chico pautou sua vida familiar pelo aspecto quantitativo, repetindo parceria conjugal em seis oportunidades e tornado-se pai de sete filhos carnais e dois adotivos,  todos pesarosos, certamente, pela perda do companheiro leal  e do pai amoroso que partiu.

Junto a nós,  fãs e consumidores de sua arte, fica a certeza de que o gênio criador de Francisco Anysio não morreu, posto que surgirá redivivo , diante de nossos olhos, toda vez que toparmos  com os “Alberto Roberto”, “Justo Veríssimo”, “Bozó”, “Azambuja”, “Painho”e outros  personagens seus,  configurados  naqueles compatriotas que, com seu jeito  simples e bonachão de ser, caracterizam a nossa aquarela de tipos humanos, do Caburaí ao Chuí;  da Ponta Sexas às nascentes do rio Moa.

.

.

.

Lino Tavares é jornalista diplomado, colunista na mídia gaúcha e catarinense, integrante da equipe de comentaristas do Portal Terceiro Tempo da Rede Bandeirantes de Televisão, além de poeta , compositor e um grande amigo.

.

Clique aqui e leia mais artigos de Lino Tavares

.

.

Para você configurar seu avatar com sua foto, para que esta fique visível nos comentários, siga os três passos:

1. Vá até www.gravatar.com, clique em SIGN UP.

2. Adicione o e-mail que você utiliza em seus comentários aqui.

3. Complete o cadastro.

.

.

8 thoughts on “Chico, O Eterno

  1. jornalista Lino Tavares
    jornalista Lino Tavares says:

    A gentil comunicação do titular do Blog, meu amigo Gilberto Sousa, informando que o diHITT, um dos maiores sites de relacionamento do mundo, comunicou-lhe que este artigo foi promovido, no referido site, à categoria de Notícias Populares, graifica-me como autor da matéria, mas impõe-me dividir tal êxito com a “Família GibaNet”, que diuturnamente dá o seu empurrãoinho para que essa “máquina da verdade” decole com a rapidez de uma águia, chegando a todos os recantos do Brasil e do mundo. Também atribuo parte desse sucesso ao personagem homenageado, que afinal foi uma das maiories “autoridades do humor” no Brasil e nos demais países de Línguas Neolatinas.

  2. Lino tavares
    Lino tavares says:

    Credo ! Com exceção do Tiririca, que não tem culpa de terem
    votado nele, os demais deveriam ser mandados direto para o Inferno.

  3. Lino tavares
    Lino tavares says:

    Que me perdoe quem pensa diferente, mas fenômenos como Chico Anysio, Pelé e Roberto Carlos, Deus só manda um para cada planeta habitado, se é que existe algum outro.

  4. Avatar
    Bernadete lopes marino says:

    OI realmente nós tivemos um grande homem que nos prendeu a atenção
    diante da tv por muito tempo. Eu não acredito que apareça outro assim.
    ele vai ficar na memoria. para sempre .
    Tenha uma boa noite

    • Giba
      Giba says:

      Concordo com você Guilherme.
      E será muito difícil aparecer alguém que atinja o mesmo nível de qualidade dele.
      Um grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.