Missões-III - Final - Gibanet.com

Àqueles que estão seguindo minhas humildes considerações a respeito desse tema, em conjunto com o livro em estudos “Obreiros da Vida Eterna”, ditado pelo espírito André Luiz, na psicografia do médium Chico Xavier, vamos encontrar o benfeitor de Nosso Lar dando continuidade às classes de missionários segundo as suas características de amparo nas regiões de sofrimento. E ele continua sua observação: “… pelos desequilibrados de todos os matizes…”. Aqui podemos abranger todos os desequilíbrios de ordem moral, familiar, religioso, espiritual e sentimental, consoante aos espíritos encarnados quanto os desencarnados. “… pelos missionários perdidos ou desviados…”. Como podemos notar a palavra que lhes norteou os próprios interesses se aclaram mais fortes na vivência espiritual desses nossos irmãos. “… pelas entidades jungidas às vísceras cadavéricas…”. Triste cenário em que não são raras tais situações. Infelizmente são aqueles que se deixaram apoderar pelo excesso de zelo ao corpo físico, aos bens materiais acumulados, aos familiares e amigos, como também aos suicídios como final inverídico dos problemas por eles mesmos criados e alimentados e que ainda não entenderam o significado da morte, não como um “adeus” ipsis litteris, mas sim, como um até breve.

Missões-III - Final

Continuando André nas suas considerações, outros missionários se doavam: “… pelos trabalhadores da Natureza, necessitados de inspiração e carinho.”. Nesse sentido, esses trabalhadores ainda anônimos de um entendimento melhor, necessitam de muita atenção, pois que são aqueles que protegem as matas, as florestas, os minadouros, os córregos, os riachos, os animais de toda espécie e que passam no mundo, para muitos, como duendes e fadas fantasiosos.  São espécies em transição e que deveriam ser mais respeitados e mais bem analisados na sua rotina social e espiritual. É bom deixar bem claro, que o meu humilde ponto de vista nesse assunto não está para julgar essa ou aquela religião, mas sim, o de mostrar outro ângulo das missões na Terra Brasilis exemplificados pelos servidores dos planos espirituais para conosco. Com relação aos nossos irmãos elementais nossas melhores vibrações de paz.

Em edições posteriores, André Luiz juntamente com o instrutor Jerônimo irá participar e registrar para nós todo o fenômeno da desencarnação. E desde já pergunto: O que seria esse fenômeno natural envolvendo não só os seres humanos encarnados como também nossos irmãos que se encontram em outras vertentes da Vida Imortal? Poderia ter a possibilidade de desencarne, quanto reencarnações, nos planos espirituais? Essas e outras perguntas – um tanto quanto polêmicas, não que as sejam -, serão respondidas na medida em que vamos adentrando nas entrelinhas do livro em estudos “Obreiros da Vida Eterna”. Desde então, convido a todos a laborar questões que nos auxiliarão a tirar aquelas dúvidas que ainda nos impedem de avançar em nosso progresso intelecto-espiritual. Posso contar com você, Amigo Leitor? Cap. 1-n

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.