Arquivos de Categoria: Opinião

Violência que Traumatiza

O assalto na Zona Leste de São Paulo, onde culminou com a morte de uma criança de 5 anos, porque ela chorava muito, mostra, mais uma vez, o grau da brutalidade dos bandidos. Precisamos urgentemente de uma reforma no código penal, com leis mais severas, que imponha medo nos bandidos.

A Internet e a PEC 37

O Brasil mostrou – e descobriu – que tem poder. Mostrou que seu grito pode mudar o país. Prova disso, foi a derrubada da PEC 37 na Câmara Federal, 430 votos contra a emenda, e apenas 9 a favor e 2 abstenções.

Pensamentos Semelhantes

Segue aqui um artigo do jornalista Carlos Chagas, aventando uma saída para a Dilma, nos moldes de uma ideia que me ocorreu, cerca de um anos atrás, ou seja, bem antes de ele pensar nisso, talvez pelo fato de eu ser um misto de milico e jornalista, usando a velha projeção militar sobre probabilidades futuras a serviço da comunicação social.

Enfim com as Cores do Brasil

Eu queria que a Presidenta do Brasil viesse sempre a público com as cores do meu país como veio hoje, não só de vermelho, como se aquele vermelho fosse uma segunda pele da qual ela não quisesse e nem pudesse se desapegar…mas assim, espontaneamente!

Vaias e Protestos

José Antonio Karacek As vaias na arena em Brasília, na abertura da Copa das Confederações, à Dilma Rousseff, na verdade não foram só pra ela, mas sim para todos os políticos corruptos que estão usando o poder para fazer fortunas pessoais com o dinheiro público. Essas vaias, juntamente com os protestos que vem ocorrendo, demonstra [leia mais…]

A Ala Esquerda

Pipocam movimentos de rua no Brasil, contra o aumento da passagem de ônibus, que começam com aglomeramento humano, faixas de protesto, palavras de ordem, bloqueio de vias públicas que migram, rapidamente, para arruaças, quebra-quebra, com danos ao patrimônio público e privado.

O “Vermelhão” de Brasília

Antes de entrar no mérito do tema proposto como foco central deste texto, começo dizendo que gosto da cor vermelha e a considerando uma das mais belas e significativas, pois simboliza – apenas para citar dois exemplos – o sangue que nos corre nas veias e a rosa que enfeita o jardim com seu viço e seu perfume.

A Quem Interessa o Caos ?

Depois de ocupar a Presidência da República ao longo de uma década, tendo transformado o Palácio do Planalto no epicentro da corrupção galopante que assola o Brasil de ponta a ponta, sob o beneplácito de um Congresso venal, um Ministério Público não mais que barulhento e um Poder Judiciário contaminado pelas nomeações políticas na Suprema Corte, o PT prepara-se agora para agregar às ações quadrilheiras do governo central a maior potência política e econômica do país, representada pelo Estado de São Paulo, Essa investida petista, visando à conquista do poder na pauliceia, na visão de um bom analista político, já tem rosto e identidade, configurando-se na pessoa de Luiz Inácio Lula da Silva, que breve deverá ser anunciado como o candidato do PT ao Governo paulista.

Raciocinar Jamais

Com a intenção de cortar gastos, a câmara de vereadores aprovou uma medida para reduzir os salários dos quase dois mil professores do município. Fosse mínima a redução, todos compreenderiam, mas em alguns casos, esta redução chega a 40% do salário.

D I L M A

Refleti muito antes de escrever este artigo. Política sempre constitui tema polêmico e as pessoas na maioria das vezes, perdem a razão ao defenderem seus posicionamentos e não raro extrapolam ao absurdo. Alguns desconhecem fatos importantes e falam incoerências.

O Boato que Serve de Alerta

Um boato sobre o fim do Bolsa Família se espalhou pela internet e deixou milhões de pessoas aflitas, provocando tumulto e quebra-quebra nas agências da Caixa Econômica Federal.

A Polêmica MP dos Portos

A polêmica e conturbada votação da medida provisória que implanta a lei dos portos, moderniza e privatiza, no Brasil, está produzindo uma evidência, uma demonstração do grau de esquizofrenia que chegou a nossa política.

A Justiça no Brasil

O júri popular em Alagoas decretou que PC Farias não foi morto pela namorada Suzana Marcolino que depois se suicidou. Ao contrário dessa tese, prevalece oficialmente, o que aconteceu, segundo este júri, é que os dois foram assassinados.

Foras da Lei

No final dos anos de 1800, os irmãos Dalton eram perigosos foragidos nos Estados Unidos. Eles eram policiais, mas gradualmente foram enveredando para o crime e tornaram-se conhecidos nacionalmente, por assaltos a trem e a bancos.

O Pedido dos Mensaleiros

O delator Roberto Jeferson, o delatado José Dirceu e o réu condenado ao maior número de anos na prisão, Marcos Valério, estão todos, pedindo que o Supremo Tribunal Federal, mude o relator do processo do qual são réus.

As Verdades que a Mídia não Diz

Nunca me canso de repetir uma frase criada pelo jornalista, advogado e deputado constituinte Jorge Alberto Mendes Ribeiro, meu amigo pessoal e mestre do curso de jornalismo – já falecido – elaborada nos seguintes termos: “Existem verdades que precisam ser ditas e alguém deve dizê-las”.

Guerra aos Brinquedos

Agora me digam se nosso país não vive num verdadeiro circo. Onde está com a cabeça o governo do Distrito Federal? Foi lançado ontem, um projeto que proíbe a venda de armas de brinquedos na Capital Mundial da Corrupção. Não seria melhor proibir a venda de armas de fogo?

As Blasfêmias de Marco Feliciano

O que é que Deus tem haver com as mortes dos Mamonas Assassinas e de John Lennon? Com o perdão da má palavra, mas o pastor Marco Feliciano está com a ‘macaca’, ou melhor ‘está como o diabo gosta’.

Dia Nacional do Presidiário

Trata-se nada mais nada menos que um projeto de lei do Sr. Deputado Federal Domingos Dutra do PT-MA, Partido dos Trabalhadores para quem não se lembra, em que se institui o dia do presidiário, sim isto mesmo, o senhor deputado do partido dos trabalhadores está apresentando um projeto de lei que pretende melhorar a vida, mas não dos TRABALHADORES mas sim daqueles que ASSALTAM, ROUBAM, FURTAM, MATAM, ESTUPRAM, AGRIDEM, EXTORQUEM, AMEAÇAM os TRABALHADORES.

A Safadeza Tributarista

Quando recebo meu salário, eu desconto mensalmente uma substancial parcela para o Imposto de Renda e, mesmo assim, na hora do ajuste de contas com o Leão, em abril, tenho que complementar o item “imposto a pagar”, porque o montante anual descontado em folha é tido como insuficiente para matar a fome do “cão de guarda” da Receita Federal.